INTERPRETAÇAO DAS DEMONSTRAÇOES CONTÁBEIS (1076-80-SEPI_CCT-20102) > UNIDADES > UNIDADE II > AVALIAÇÃO DE REVISÃO: QUESTIONÁRIO UNIDADE II
Terminar ligações de navegação

Avaliação de Revisão: Questionário Unidade II

Texto 1 da pergunta   Pergunta 1 1 em 1 pontos  
Correta
Respostas da pergunta 1
Resposta Selecionada: Correta b.  Apenas as afirmativas I e II estão corretas.
Resposta Correta: Correta b.  Apenas as afirmativas I e II estão corretas.
Comentários:

I. O valor operacional da empresa é calculado a partir da capitalização dos fluxos de caixa (FCs) da atividade principal, descontados por uma taxa de retorno (i) que corresponda ao risco do negócio e reflita as incertezas do mercado,, portanto esta afirmativa é CORRETA.

 

II. Somar o valor dos ativos não operacionais e obter-se o valor total da empresa, portanto a afirmativa é CORRETA.

 

III. Assim, os fluxos de caixa esperados devem ser descontados a uma taxa que reflita o custo de financiar estes ativos, ou seja, o Custo Médio Ponderado de Capital (CMPC), portanto a afirmativa é INCORRETA.

 

 

Texto 2 da pergunta   Pergunta 2 1 em 1 pontos  
Correta
Respostas da pergunta 2
Resposta Selecionada: Correta c. 

O período de payback não será inferior a 16 meses, ou seja, a empresa necessitará de 16 meses para retornar o investimento.

 

Resposta Correta: Correta c. 

O período de payback não será inferior a 16 meses, ou seja, a empresa necessitará de 16 meses para retornar o investimento.

 

Comentários:

Payback = Investimento Inicial / Fluxo de Caixa

 

Payback = 2.300.000 / 148.000

 

Payback = 15,54 meses (uma vez que o FC é mensal), podendo arredondar para cima, obtemos a necessidade de 16 meses para o pagamento do investimento.

 

 

Texto 3 da pergunta   Pergunta 3 1 em 1 pontos  
Correta
Respostas da pergunta 3
Resposta Selecionada: Correta e. 

É um parâmetro comparativo na análise do payback da empresa.

 

Resposta Correta: Correta e. 

É um parâmetro comparativo na análise do payback da empresa.

 

Comentários:

Não se utiliza o CMPC como comparativo no método do payback, estando as demais alternativas corretas.

 

 

Texto 4 da pergunta   Pergunta 4 1 em 1 pontos  
Correta
Respostas da pergunta 4
Resposta Selecionada: Correta a. 

Apenas a afirmativa II é verdadeira.

Resposta Correta: Correta a. 

Apenas a afirmativa II é verdadeira.

Comentários:

I. O valor presente líquido (VPL) é uma técnica de análise de projetos de investimento (fluxos de caixa) que consiste em calcular o valor presente de uma série de pagamentos e/ou recebimentos, iguais ou diferentes ao longo do tempo, a uma taxa conhecida, portanto esta afirmativa é CORRETA.

II. Na aplicação da técnica do VPL, a definição da taxa de desconto “i” é fundamental para a validação do projeto. Neste caso, a taxa de desconto deve representar o risco do negócio e as incertezas do mercado; para isso, utilizamos o conceito de Taxa Mínima de Atratividade (TMA), portanto a afirmativa é INCORRETA.

III. A principal limitação desta metodologia é o fato de considerar os valores dos fluxos de caixa ao início do investimento, sendo comum que ocorram alterações dos fluxos de caixa após o projeto ter sido aceito e colocado em prática, portanto a afirmativa é INCORRETA.

 

Texto 5 da pergunta   Pergunta 5 1 em 1 pontos  
Correta
Respostas da pergunta 5
Resposta Selecionada: Correta d. 

9,64%.

 

Resposta Correta: Correta d. 

9,64%.

 

Comentários:

CMPC = ke x % Capital Próprio + ki x % Capital de Terceiros x (1 - t)

 

% Capital Próprio = 30.000 / (15.000 + 14.000 + 30.000) x 100 = 50,85%

 

% Capital de Terceiros = (15.000 + 14.000) / (15.000 + 14.000 + 30.000) x 100 = 49,15%

 

t = 20% = 0,20

 

CMPC = 12% x 50,85% + 9% x 49,15% x (1 – 0,20)

 

CMPC = 6,10% + 3,54% = 9,64%

 

 

Texto 6 da pergunta   Pergunta 6 1 em 1 pontos  
Correta
Respostas da pergunta 6
Resposta Selecionada: Correta c. 

Apenas as afirmativas I e II estão corretas.

 

Resposta Correta: Correta c. 

Apenas as afirmativas I e II estão corretas.

 

Comentários:

Itens I e II. A Taxa Interna de Retorno (TIR) é a taxa que equaliza o valor presente de um ou mais pagamentos (saídas de caixa) com o valor presente de um ou mais recebimentos (entradas de caixa), ou seja, é a taxa de juros que iguala os fluxos de caixa futuros com o recebimento inicial no momento “zero” (Vieira Sobrinho, 2000). Assim, a TIR é a taxa que faz o VPL do projeto ser igual a zero. Portanto estas afirmativas estão CORRETAS.

 

III. Um ponto de destaque no uso da TIR são problemas que podem existir com a sua aplicação. Como no caso dos fluxos de caixa, ocorrem recebimentos entre a data inicial do projeto e seu término, existe um problema prático sobre o que fazer com os recursos recebidos ao longo do projeto (entradas), pois nem sempre é possível reinvesti-los no próprio projeto. Dessa forma, a TIR pode causar essa falsa impressão, pois ela considera o reinvestimento das entradas a uma taxa igual à própria TIR, o que raramente acontece na prática, portanto a afirmativa é INCORRETA.

 

 

Texto 7 da pergunta   Pergunta 7 1 em 1 pontos  
Correta
Respostas da pergunta 7
Resposta Selecionada: Correta b. 

As opções reais representam graficamente cada uma das decisões paralelas e seus impactos nos resultados possíveis.

 

Resposta Correta: Correta b. 

As opções reais representam graficamente cada uma das decisões paralelas e seus impactos nos resultados possíveis.

 

Comentários:

Conforme a apostila, esta metodologia surgiu como forma de eliminar as limitações da  metodologia do VPL; desta forma, a metodologia das opções reais apresenta uma grande flexibilidade ao considerar que as atitudes dos investidores e os fluxos de caixa da empresa podem sofrer alterações em função das mudanças nas condições do mercado (Santos, 2008). Assim, uma opção é a utilização de árvores de decisão, que representam graficamente cada uma das decisões sequenciais e seus resultados possíveis. Portanto a alternativa B é INCORRETA.

 

 

Texto 8 da pergunta   Pergunta 8 1 em 1 pontos  
Correta
Respostas da pergunta 8
Resposta Selecionada: Correta d. 

Apenas as afirmativas I e II estão corretas.

 

Resposta Correta: Correta d. 

Apenas as afirmativas I e II estão corretas.

 

Comentários:

I. Padrão arbitrário de payback: neste ponto, não existem diretrizes para determinação de um payback aceitável, apenas comparações, o que torna sua análise, até certo ponto, arbitrária. Afirmativa CORRETA.

 

II. Pagamentos após o período de payback: este problema está relacionado o objetivo do método, que consiste apenas na detecção do momento em que o projeto se paga, sem considerar os recebimentos que ocorrerão após este período, ou seja, não avalia a rentabilidade do projeto. Afirmativa CORRETA.

 

III. Distribuição dos fluxos dentro do período de payback: neste caso, o método não avalia a relação do valor do dinheiro no tempo, desconsiderando juros e inflação, pois não considera como melhor projetos que mesmo com um payback igual apresentem recebimentos mais volumosos logo no início. Afirmativa INCORRETA.

 

 

Texto 9 da pergunta   Pergunta 9 1 em 1 pontos  
Correta
Respostas da pergunta 9
Resposta Selecionada: Correta e. 

Este metodologia não considera a empresa como uma geradora de fluxos de caixa indeterminada, ou seja, não pode ser tratada como uma perpetuidade.

 

Resposta Correta: Correta e. 

Este metodologia não considera a empresa como uma geradora de fluxos de caixa indeterminada, ou seja, não pode ser tratada como uma perpetuidade.

 

Comentários:

Conforme a apostila, outra forma de analisar os fluxos de caixa descontados é considerar a atividade da empresa uma perpetuidade. Neste caso, havendo um fluxo de caixa (FC) regular, ou seja, sem crescimento ao longo do tempo, podemos considerar o valor da empresa como sendo a perpetuidade deste fluxo, descontado pelo custo médio ponderado de capital e acrescido dos ativos não operacionais.

 

 

Texto 10 da pergunta   Pergunta 10 1 em 1 pontos  
Correta
Respostas da pergunta 10
Resposta Selecionada: Correta d. 

Quanto maior for o coeficiente de variação, consequentemente, maior será o risco.

 

Resposta Correta: Correta d. 

Quanto maior for o coeficiente de variação, consequentemente, maior será o risco.

 

Comentários:

Conforme a apostila, o Coeficiente de Variação (CV) é uma medida de dispersão relativa utilizada na comparação do risco dos ativos com diferentes retornos esperados. Mais uma vez, quanto maior for o CV, maior a oscilação e, consequentemente, maior será o risco.